Hoje o jornal Record decide revelar que no Moreirense-FC Porto a GNR escreveu que houve insultos racistas por parte dos adeptos do FC Porto ao jogador do Moreirense, Conté.

Uma vez mais condenamos qualquer acto racista. Infelizmente os que fizeram de Marega um tema nacional, ignoraram os insultos racistas a uma juíza nos Açores, a um miúdo de uma equipa que joga num campeonato organizado pela AF Porto e agora a Conté, jogador do Moreirense.

A falsidade e hipocrisia é isto. Os mesmos que, de forma populista, vieram condenar os actos racistas, são os mesmo que hoje estão calados perante outros casos. Onde estão agora os jornalistas e comentadeiros da bola a fazer as homenagens? Andam com medo disto?