O Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol fez participação ao Conselho de Disciplina das declarações de Sérgio Conceição antes do FC Porto-Rio Ave, segundo noticia a imprensa.

O organismo entende que pode haver violação dos artigos dos regulamentos da Liga que impedem dirigentes, treinadores e clubes em geral de se pronunciarem sobre a arbitragem antes das partidas. Mas desde o inicio do campeonato que tem sido assim. Só hoje é que fazem algo?

“Não é uma questão de temer, aproveito para desejar muito boa sorte, ou uma sorte diferente aos árbitros, aos intervenientes diretos no futebol, pois não a tiveram na parte final do campeonato na época passada. Conhecemos o que foram as últimas dez ou 12 jornadas do último campeonato e as prestações dos árbitros não foram as melhores. Foi um período decisivo em que até fomos regulares, mas mesmo assim não conseguimos ganhar o campeonato. Não estou a tentar criar mais pressão aos árbitros, ela existe sempre, tanto para as equipas de arbitragem como para as que jogam, nomeadamente o Benfica e o FC Porto, que estão a lutar pelo título”, referiu o treinador dos dragões na altura.

“Este procedimento por parte do CA é habitual relativamente a declarações antes e depois dos jogos, sendo que, até ao final do campeonato, vai ser seguido à risca”, escreve a imprensa. Só posso dizer que é gozo.