Roger Schmidt revela o segredo ao intervalo

Treinador do Benfica admitiu que não disse nada em termos tácticos

O treinador do Benfica, Roger Schmidt, revelou o que disse aos jogadores ao intervalo.

 

“Disse-lhes a verdade. Disse-lhes que não estavam a jogar como uma equipa de topo e como uma equipa que queria ganhar o jogo. Na segunda parte mostrámos a diferença, com mais agressividade e mais atitude. Não era tanto uma questão tática, era mais uma questão de acreditarmos em nós e no nosso futebol”, vincou.

Análise ao jogo: “A Juventus teve muita intensidade no início e não estávamos à espera, podiam ter marcado, tiveram bons momentos e acabaram por marcar um golo. A partir dos 25′ as coisas mudaram, colocámos mais intensidade. Depois empatámos e matámos o jogo. Creio que no final merecemos vencer, foi uma grande performance e uma grande luta dos jogadores. Estou muito contente.”

Sobre a forma como a equipa reagiu: “Viram como fizeram, acreditam neles. Vi uma equipa muito corajosa, foi um grande salto para a nossa equipa, foi exatamente como queríamos fazer, na Champions em Turim conseguir ganhar é muito bom para a nossa confiança.”

Tivemos de tudo. Tivemos bons momentos, em contra-ataque, em posse de bola, com pressão alta. Mostrámos tudo nos momentos certos, foi essa a chave.”

Sobre os pontos no grupo: “Vamos ver. Queremos passar de fase, faltam quatro jogos. Mostrámos que podemos ser uma das duas que passam. Temos de nos focar agora na Liga e depois teremos grandes desafios com o PSG. Estou muito contente com duas vitórias na Liga dos Campeões.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo