O anúncio oficial da escolha da capital portuguesa para a realização da “final a 8” da Liga dos Campeões será feito às 15h30 (hora de Lisboa) pela UEFA, revelou fonte ligada ao processo.

Desta forma confirma-se que Lisboa ganhou a corrida às cidades de Frankfurt e Moscovo e vai organizar a fase final da da Liga dos Campeões, com sete jogos entre 11 a 23 de agosto.

A revelação será feita, após o final da primeira parte da reunião do Comité Executivo do organismo de cúpula do futebol europeu, altura em que serão adiantados mais detalhes relativos à organização.

Tanto quanto foi possível apurar os quartos de final realizam-se entre 12 e 15 de agosto, as “meias” a 18 e 19 e a final a 23.

A prova decorrerá em dois recintos, o Estádio da Luz e José Alvalade.

Às 19h00 deverá decorrer em Belém uma conferência de imprensa das autoridades portuguesas.

Atlético de Madrid, Atalanta, Leipzig e Paris Saint-Germain já estão qualificados para os quartos de final, faltando ainda quatro jogos da segunda mão dos “oitavos” (Manchester City-Real Madrid, Juventus-Lyon, FC Barcelona-Nápoles e Bayern Munique-Chelsea).

A Liga Europa também estará em cima da mesa, com um cenário semelhante em que a Alemanha poderá receber os jogos que faltam disputar, também em agosto, assim como a Liga dos Campeões feminina e o reagendamento de provas como o Europeu masculino de sub-21 ou a Liga dos Campeões de futsal.

A nível de seleções, a UEFA também deverá proceder a alterações no calendário do “play-off” de acesso ao Euro2020, entretanto adiado para 2021, do qual sairá o terceiro adversário de Portugal no Grupo F, que já inclui Alemanha e França, quando a imprensa avança que Bucareste, uma das 12 cidades que vai receber jogos, pode “cair”.